25 de Janeiro: Centenário do IPEM

Celebrar com jubilo o centenário de uma instituição de ensino, decerto desencadeia certo orgulho a uma sociedade, e se essa instituição segue o compromisso cristão gera demasiada alegria àqueles que a mantém há puro vigor em sua existência. Solenizar 100 anos de compromisso com a educação e, principalmente, com o processo de humanização de crianças, adolescentes e jovens é manifestar a suprema esperança em um futuro mais justo numa sociedade violentada pela polarização.

Revelar a conduta Cristã aos educandos, presidida por Jesus e compreendida por Santo Antônio Maria Zaccaria é estruturar na “fé, esperança e caridade”(1 Cor 13, 13) a construção de um Reino de justiça dentro dos muros do Instituto Padre Machado, a fim de que fora dele doravante não existam barreiras, tampouco segregações. Assim como nos diz Santo Antônio, somos “plantas e colunas da renovação do fervor cristão”. Assim,  é grande a nossa alegria e o nosso desejo de louvar, reconhecer e bendizer a Deus por tão grande Graça. Deste modo, nós da família IPEM nos propomos a resgatar a nossa história e a renovar o nosso compromisso comunitário, fortalecendo a nossa fé, por meio das festividades de seu centenário nos confraternizando na alegria do Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Estabelecido em 25 de janeiro de 1921 pelo professor Antônio de Lara Resende, o Instituto Padre Machado congrega tradição e modernidade em seu processo pedagógico educativo. Mantido e conduzido pelos Religiosos Barnabitas (Ordem dos Clérigos Regulares de São Paulo), o Instituto Padre Machado alimenta metodologia baseada na formação humano-cristã. Embusca de responder aos avanços sociais que aceleram os processos pessoais e interpessoais da humanidade, o aprendizado de nossos alunos, estão fixados na renovação constante de produção de conhecimento.

Resgatar os elementos que compõem a história do Instituto Padre Machado fomentando o que há de mais primoroso na vida Barnabita, e que encabeça a Vida Religiosa Consagrada é alimentar de valores e virtudes uma espiritualidade enraizada no Evangelho de Jesus Cristo. Destarte, fazer memória de tudo que já foi realizado, a fim de revigorar a fé, alegrar-se pelas conquistas, reencantar-se com o evangelho e se lançar aos novos desafios, em sintonia com o projeto de evangelização da Madre Igreja localizada em Belo Horizonte. Desta experiência nasce a “doçura”, que enche a vida de crianças, adolescentes, jovens e todos os colaboradores desta instituição projetada como um grande abrigo. Esta experiência nasce da confiança de tudo arriscar, sabendo que Deus não nos abandonará.

E é nesta perspectiva que queremos acreditar piamente, que só no processo de crescimento de cada indivíduo (Alunos, Colaboradores e Sociedade Belo-horizontina), podemos atender as demandas do mundo atual, investindo no humano. Resgatar o ser humano neste momento conturbado é o diferencial capaz de restaurar o sentido da vida e uma experiência profunda para reavivar o carisma das instituições (família e Instituto Padre Machado). Portanto, este centenário vislumbra incontáveis sonhos realizados e que formam nossa História. Viva, viva o Instituto Padre Machado e seu centenário!

 

0 respostas

Deixe uma resposta!

Participe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *